4 de abr de 2009

Você quer mesmo voltar para o Egito?



" E diziam uns aos outros: - Vamos escolher outro líder e voltemos para o Egito!" (Números 14:4)

Israel havia saído do Egito, e estava no meio do deserto, a caminho de Canaã. Em determinado momento, doze homens foram espiar a terra e dez deles trouxeram más noticias ao povo: apesar da terra ser boa, nela habitavam povos fortes. Com isso, esses dez homens levam o povo a querer voltar para o Egito.

A principal palavra para se definir o Egito é a palavra ilusão e apesar de tudo, quem viveu lá, sempre olha para trás pensando que deixou coisas boas naquele lugar.

Deus conhecia e via os sofrimentos e as aflições do seu povo, que estava no Egito, e ouviu o clamor dele. Então, lhe prometeu a terra prometida, a terra da liberdade. A terra onde cada um poderia viver sem ter que se submeter a nenhum jugo opressor, onde teriam tudo de bom e do melhor, mas para entrar na terra prometida, eles teriam que passar pelo deserto, mas lhe prometeu também que habitaria no meio daquele povo.


E para receber essas promessas, era necessário que o povo vivesse de tal forma, que Deus se agradasse do seu viver e isso não significava apenas confiança, mas também mudança de vida. Apesar da fidelidade e do cuidado de Deus durante toda a jornada, os israelitas foram rebeldes e reclamaram sobre tudo que Ele fez, sempre querendo algo mais e alguma coisa melhor e apesar de Deus ficar indignado com o povo infiel, não deixou de abençoá-lo.

Assim como eles, nós estamos em meio a uma jornada. À nossa frente está a terra prometida. Atrás de nós o nosso Egito. Para onde iremos? Vamos caminhar em meio às lutas em direção à nossa nova terra, confiando nas promessas de Deus e permitindo que Ele nos transforme, ou vamos desistir de tudo e voltar para o nosso Egito, com toda sua escravidão, sofrimento e ilusão?

"Quem olha para trás, com toda certeza também voltará para trás e ficará ali. Quando enfrentamos dificuldades em nossa experiência no deserto da vida, pode acontecer de pararmos de louvar e começarmos a desejar voltar às coisas das quais Deus nos libertou. Os israelitas ansiaram e cobiçaram um passado fantasioso. Se nos dermos a essa prática de ficar olhando para o passado, poderemos reacender o fogo do desejo e da paixão. Nesse jogo, Satanás geralmente ganha".

(David Seamands)



Texto Adaptado do Sermão: Você quer voltar para o Egito? (Rev. Paulo Cesar Ramalho)

Eu realmente precisava desabafar sobre a tentação que estou passando e escrever é sempre tão bom! Ainda mais que aqui no blog eu meu sinto super a vontade e sem o receio de ser criticada e julgada por alguma coisa.
Agora, sinto-me mais livre e mais confiante em Deus para perseverar e não voltar para o Egito, afinal, a terra prometida está muito mais perto do que longe!
Continuemos firme!
(:

5 comentários:

Princese Sophie on 05/04/2009 16:35 disse...

Tentações são normais, e nunca virão em tamanho maior que a nossa força! Deus ama os corações quebrantados e não os despreza! kiss

Raianny Duarte on 05/04/2009 18:24 disse...

Isso mesmo, a terra prometida está perto. O deserto é um dos meios mais eficazes de Deus chamar a nossa atenção, e é onde Ele mostra o seu grande poder e o amor que tem por nós. Se concentrar no que Deus tem preparado para o restante da viagem é a maneira mais certa de não voltar o foco para o Egito.
Estamos livres!!!
Vamos seguir.
Deus abençoe
^^

Kennedy Lucas on 07/04/2009 21:57 disse...

Oi Bruna!
Bonito Blog!

Rodrigo Magalhães on 16/04/2009 14:37 disse...

É isso aí , Bruna, nada de voltar para o Egito... lembre-se do seu Egito apenas para alegrar-se na capacidade infindavel de Deus nos conceder livramento, e siga para o alvo!!! abraço

Danilo Fernandes on 13/06/2009 08:22 disse...

Bruna!

Este texto está muito bom! Se voce me permitir publico la na Genizah, como creditos... Claro.

Passa por la me faz uma visitinha..

Tudo de bom!

Em Cristo,

Danilo

http://genizah-virtual.blogspot.com/